Acessibilidade em ano de Copa

acessibilidade: onde fica a rampa?

rampa em Estocolmo
foto: Sam Teigen / 917 press

Onde fica a rampa para cadeirantes? Essa é a pergunta certa a fazer quando precisar entrar em um lugar público com carrinho de bebê. Se perguntar “tem entrada acessível?” ou “como faço para entrar com o carrinho?”, infelizmente é bem provável que ninguém te ajude no Brasil.

No período da Copa, o que me preocupa é que empresas e instituições certamente vão reforçar suas equipes, contratando extra staff. No entanto, assim como no Natal ou durante outros grandes eventos, esses funcionários temporários nem sempre são treinados. De que adianta os prédios se adaptarem às normas de acessibilidade se a entrada ainda não fica acessível ao público?

Sei que alguns lugares são mais fáceis de visitar slingando. Mas como chegar a esses lugares? Ser sustentável é também andar a pé. Andar mesmo, sem pegar transporte público. Gosto de morar no Centro de São Paulo porque posso caminhar até meus destinos. Num raio de 3km, tenho infinitas possibilidades em todas as direções. Para chegar lá, preciso do carrinho – posso levar o sling na cestinha para usar no meio do passeio ou no retorno.

Tenho observado que os centros culturais privados, patrocinados por bancos, no geral, são mais preparados e têm equipe melhor treinada para receber pais com carrinhos ou cadeirantes. No entanto, os bancos (infelizmente inclusive algumas agências bancárias de instituições financeiras que patrocinam cultura) raramente têm estrutura ou equipe prestativa para auxiliar pessoas com crianças de colo, carrinho e cadeirantes. Já os museus públicos oferecem um atendimento vergonhoso.

Esses dias foi um sacrifício entrar num centro cultural – com orientação do funcionário que recepcionava o local. Uma amiga ajudou a subir com o carrinho. Na saída, este mesmo funcionário sugeriu que descesse pela rampa, que ficava escondida, mas era nova e ótima. Ele não tinha me entendido no começo ou achou que subir degraus com carrinho e bebê de quase 10kg era tarefa fácil.

5089641150_34b8753f13_z

carrinho no Metropolitan Museum (NYC)
foto: Martha Dear

Em Porto Alegre, durante a Bienal do Mercosul em 2013, passei por uma situação constrangedora dessas e fui impedida de visitar um museu que adoro tanto, o Margs – Museu de Arte do Rio Grande do Sul. O segurança foi grosso e não permitiu minha entrada no prédio com o carrinho – a rampa, do outro lado, era “exclusiva para cadeirantes”. Me senti discriminada. Deixar o carrinho estacionado no guarda-volumes seria até de se entender, mas não poder subir até o guarda-volumes nem entrar no prédio, absurdo.

Publico aqui a carta-resposta que recebi do diretor do museu, através da Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Gente, se alguém precisar visitar o Margs ou outro museu com seu filho no carrinho e não for permitido, use esta carta como passaporte. Espero que durante a Copa todas as instituições e seus funcionários – temporários inclusive – estejam preparados para receber famílias e portadores de necessidades especiais. Acessibilidade para todos!

carta do MARGS sobre acessibilidade

Leia mais:
No museu com o bebê

Advertisements

One thought on “Acessibilidade em ano de Copa

  1. Nessas horas é que a gente percebe a dificuldade dos cadeirantes. É um absurdo não ter rampas de acesso em todos os lugares. Até quando vou sair sozinha me revolto porque as calçadas não são pavimentadas corretamente e corremos o risco de tropeçar se não prestamos atenção onde pisamos… Que bom saber dos lugares que pensam em portadores de deficiência ou de mães com carrinhos de bebê, senão haveriam muito mais restrições para os nossos passeios.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s