Para as madrugadas despertas

oijulia_flickr

foto: oijulia

Passar a madrugada acordada com bebê não é fácil. Para garantir mais alguns preciosos minutos de sono, é importante que você preste muita atenção no pequeno e deixe o ambiente tranquilo para ele voltar a dormir. Enquanto o bebezinho está mamando, tudo certo. E como fazer passar aqueles intermináveis minutos depois de mamar?

Para qualquer pessoa, adulto ou bebê, é melhor esperar pelo menos 30 minutos para ficar na posição horizontal depois de ingerir algum alimento, líquido ou sólido. Devemos esperar para trocar fraldas ou colocar no berço tanto o bebê que é amamentado no peito quanto o que toma mamadeira. No caso de bebês que têm refluxo, mesmo depois que já arrotaram, é importante respeitar esse tempo. (Já li por aí sugestões de tempo da espera do arroto de 5, 10, 15, 20 minutos. A pediatra da Dora sempre recomendou a meia hora. Trocar fraldas ou dar banho ainda 40 minutos após mamar pode provocar uma bela regurgitada.)

Minha sugestão é também uma alternativa para as mães que já praticavam meditação e agora não encontram tempo para meditar: a meditação caminhando. Aliás, na gravidez, é uma boa hora para começar – sentar na posição de lótus ou mesmo na almofada parece impossível com o barrigão e as pernas que formigam mais, mas bem sentada na cadeira ou com essa técnica da caminhada, é também uma forma de se conectar com o bebê. Esse tempo de espera pelo arroto é parte do processo do aperfeiçoamento da paciência e da sensibilidade com o bebê.

mamae_desperta

foto: Anna Sofia Downey

Sugestão de como praticar:

De preferência de pés descalços e (no caso das madrugadas em claro) em ambiente com pouca luz e silencioso.

* Segure o bebê na posição de arrotar.

* Respire fundo, contraia o abdômen e levante-se.

* Corrija sua postura. Sinta seus pés no chão. Sinta como se um fio puxasse o topo da sua cabeça para cima e alinhasse todo o seu corpo. Verifique se seu quadril está bem encaixado. Abra o peito, coloque os ombros para trás. Relaxe a língua no céu da boca, deixe lábios e maxilar relaxados. Encolha um pouco o queixo. Veja se seu bebê está bem posicionado e lance o olhar cerca de um metro para frente e para baixo (mirando o chão à sua frente).

* Apoie-se sobre uma das pernas, sinta o peso do corpo apoiado. Levante o outro pé para dar o primeiro passo.

* Os passos não precisam ser rápidos nem muito devagar, mas lentos o suficiente para você sentir o movimento, sentir o peso e o contato do seu corpo com o chão.

* Observe a sua respiração, sinta o peso e o calor do bebê no seu colo enquanto segue caminhando.

colinho_papai

Papai também pode praticar a meditação caminhando

* Dê uma volta e repita o mesmo trajeto circular, no sentido horário. A área não deve ser tão pequena que te dê tontura nem tão extensa que te desconcentre. Cerca de 12 passos por volta pode ser bom.

* Não conte os passos nem as respirações ou inspirações ou expirações, nem número de voltas ou minutos. Tenha um relógio à vista ou ligue um cronômetro para poder consultar o tempo (pode ser um app, mas evite colocar um alarme que incomode o bebê). No Nursing Log, você pode ver há quanto tempo o bebê terminou de mamar.

* Concentre-se no contato entre você e o bebê. Na respiração. No caminho. Na sensação dos pés. No sons do silêncio – no barulho do ambiente ou barulhos externos. Na iluminação de onde você passa. Observe se o bebê dorme tranquilamente. Vivencie seu amor pelo bebê. Quando notar que um pensamento te distraiu, não o julgue nem se julgue, apenas volte a prestar a atenção no momento, em vocês – você e o bebê.

* * *

Da nossa paciência também depende o gesto para colocá-lo na cama quando está dormindo. Se fizermos movimentos delicados, com calma e devagar, é mais fácil colocá-lo deitado sem risco de acordar ao encostar no lençol. Não podemos estar apavorados nem se assustar se o bebê fizer algum barulho. Às vezes resmunga e abre os olhos, mas nem acordou (no máximo, um cafuné rápido resolve). Apenas observe e deseje uma boa noite de sono para vocês dois.

colo_mama

Bom sono!

Leia mais:
Sobre arroto, cólica e a posição ao deitar
Sobre o sono do bebê, no Piccolo
Um texto bonito sobre acordar à noite
O que é meditação
Livros recomendados sobre meditação

Advertisements

2 thoughts on “Para as madrugadas despertas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s