Derrubando mitos (e bactérias)

Estava com este post encaminhado quando recebi a mensagem de um pai leitor pedindo ajuda para reunir argumentos para que suas filhas, de 13 meses, possam continuar a usar fraldas de pano na creche. A desculpa da escolinha é que a fralda suja parada durante o dia, mesmo bem armazenada, cheira mal e as bactérias proliferam. Minha dica é: óleo de malaleuca neles!

20130913-231046.jpg

Óleo essencial orgânico de tea tree da Herbia

O óleo essencial de tea tree (malaleuca alternifolia), também conhecido como TTO (tea tree oil) tem efeito bactericida e fungicida. A maleleuca alternifolia (ou árvore-do-chá) é um arbusto nativo da Austrália. No Brasil, é exclusividade da Herbia a versão orgânica desse óleo essencial, mas existem outros fabricantes.

Basta pingar de quatro a seis gotas na máquina de lavar – pode ser no primeiro enxágue. É mais eficaz colocar na máquina do que de molho em um balde d’água, porque o óleo não se dissolve em água (conforme este artigo), mas suas moléculas são quebradas e bem distribuídas com o movimento da máquina. Faça um segundo enxágue para deixar as fraldas prontas para o uso.

Para evitar proliferar bactérias ou manchas de mofo, tente lavar seguido. Seja consciente, não precisa fazer várias lavagens ao dia. É só não deixar sujo por uns três dias. Mas não há problema em deixar para lavar no dia seguinte com mais peças.

Quanto ao cheiro – o mau cheiro impregna se a fraldinha for lavada com excesso de sabão ou com sabão que deixe resíduos. Por isso as versões líquidas são mais eficientes. Certamente um detergente hipoalergênico e o mais natural possível, biodegradável, é a melhor escolha – ainda assim, seja econômico. Pouco importa se o produto é vendido como especial para roupas de bebês, na verdade. Pode colocar apenas 1/4 da quantidade recomendada pelo fabricante do sabão na máquina. Com o sabão que uso, coloco meia medida da tampa, que deve ser menos que 1/4 do que o fabricante recomenda. Este artigo da Petite Bottoms esclarece essas questões do cheiro.

20130913-231134.jpg

Sacos de fralda suja: neste modelo,
cabem duas fraldas em cada

Fora de casa, na creche ou passeando, você pode guardar a fralda suja na bolsa de fralda suja ou wetbag, impermeável e própria para isso. Na minha experiência, em poucas horas fora de casa, não senti cheiro algum deixando a fralda suja fechada (com o absorvente dentro dela) dentro do saquinho apropriado – e o saquinho dentro da bolsa do bebê. Para prevenir o mau cheiro, mamães recomendam, neste fórum, colocar dentro do saco de fralda suja uma pitada de bicarbonato de sódio ou uma toalhinha ou paninho umedecido com uma gotinha de óleo essencial de malaleuca.

Neste artigo, uma mãe recomenda o uso de fraldas de fleece na creche, para que a superfície interna (que fica em contato com a pele de sua filha) não fique molhada (já que na escolinha a frequência da troca de fraldas é menor do que em casa), com o recheio de microfibra e um recheio adicional de cânhamo. Ou usar um forrinho biodegradável descartável (flushable liners) para facilitar a troca com cocô. Não espera que lavem as fraldas nem separem os recheios absorventes, apenas deixem a fralda bem fechada, com a sujeira dentro da fralda, guardada no saco de fralda – preferencialmente reutilizável. Procure lavar o saco de fralda suja duas vezes por semana, caso seja usado diariamente.

Saiba mais:
Os óleos são ótimos para os cuidados do bebê. O óleo de amêndoas puro, que pode ser usado na barriga de grávida para prevenir estrias, pode ser usado na troca de fraldas para limpar bem o bebê, ajudando a desgrudar um cocô que tenha ressecado na pele. Misturado com uma gota de óleo essencial de tea tree (que também é antisséptico e cicatrizante) e outra de lavanda, acalma e cicatriza assaduras que porventura surgirem.
Seis mitos sobre fralda de pano
Mais argumentos
Argumentos para a creche da Real Diaper Association

Advertisements

2 thoughts on “Derrubando mitos (e bactérias)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s