Quarto sustentável para bebê

20130818-232352.jpg

Foto: Mama Liberated – o quarto de Finn

Algumas ideias para montar o quartinho do bebê de forma sustentável:

Berço
O método educacional Montessori, que valoriza o desenvolvimento da criança, dispensa a compra de um berço. Defende que o bebê deve ter o seu cantinho, com tudo a seu alcance. Nos primeiros meses, um berço pequeno, moisés ou carrinho travado (e que possibilite o bebê deitar) pode ficar no quarto dos pais. Depois, basta um colchão no chão no quartinho da criança, que permite independência, sem que enxergue o mundo através de barras. Muito cuidado ao abrir e fechar a porta do quarto.

20130818-232422.jpg

Foto: Annabelle Lawrence – quarto de Adelaide

Um modelo bacana para ficar no quarto dos pais é esse extensor para a cama.

20130818-232509.jpg

foto: Baby Bay

De design alemão, não encontrei no Brasil. Ele é facilmente transformado em estante ou, com alguns acessórios, pode virar uma cadeira de alimentação, um banco ou uma escrivaninha.

20130818-232501.jpg 20130818-232454.jpg 20130818-232443.jpg

Outra opção são os berços que crescem com as crianças. São de modelo norte-americano, que viram mini-cama. O estrado tem várias alturas, de acordo com o tamanho do bebê – enquanto é menor, fica mais alto; vai aprendendo a sentar ou levantar, abaixa o nível do estrado (hoje, quase todos os berços fabricados no Brasil são assim). Depois, pode remover as grades e transformar em caminha para a criança.

20130818-232523.jpg

foto: Tulipa Baby

Este modelo, Floresta, da Tulipa Baby, vira mini-cama, é produzido no Brasil com madeira maciça reflorestada e acabamento com tinta livre de metais pesados.

20130818-232516.jpg

foto: Tulipa Baby

Há também quem prefira compartilhar o quarto ou a cama com o bebê. A vantagem, principalmente nos primeiros meses do bebê, quando ainda não dorme a noite toda, é não precisar se deslocar para amamentar. O risco de morte súbita existe em todo o tipo de cama (leia um texto esclarecedor neste link).

Na compra de móveis, procure saber se é de madeira reflorestada e com tinta atóxica. Se puder comprar de segunda-mão ou ganhar de uma família que já está com as crianças grandes, tão melhor. Há lojas especializadas que vendem produtos usados para crianças, mas o berço pode ser encontrado também em alguns antiquários. É a chance de conseguir um produto bem resistente, de modelo que dificilmente se encontra à venda.

Atenção para a segurança do berço. Mesmo se esteja adquirindo um novo, observe o espaçamento das grades principalmente. Com a caminha alta ou no chão, tome cuidado com o kit berço e excesso de almofadas ou travesseiros para que a criança não se sufoque. Parte da campanha Faça Certo, o Inmetro produziu este vídeo sobre as normas de segurança dos berços. Este outro vídeo também é interessante sobre testes em berços.

Se comprado na internet, certifique-se que tem garantia ou prefira que a loja se responsabilize pela montagem.

20130818-232338.jpg

foto: Tulips and Flight suits

Para crianças maiores, a base da cama pode ser reaproveitada de pallets.

Organização e Decoração
Para organizar os brinquedos e coisinhas do seu bebê, reaproveitar é o segredo.

Gavetas com defeito ou partes defeituosas de uma gaveta podem não encaixar numa cômoda, mas servem como prateleiras. Com uma mão francesa, você pendura na parede. Gavetas inteiras ou cestos podem ser pregadas na parede (com o fundo na vertical).

Caixotes de feira podem se tornar estante:

20130818-232345.jpg

foto: Heideh Shadravan – via Pinterest

Prateleiras de temperos podem servir como biblioteca infantil:

20130818-232431.jpg

foto: Ikea

De preferência, possibilite que a criança tenha acesso a alguns objetos e posicione a decoração no nível dos olhos dela – como orienta o método montessoriano. Selecione meia dúzia de brinquedos para ficarem disponíveis, evitando excesso de estímulos e incentivando a concentração.

20130818-232359.jpg

Foto: Annabelle Lawrence – quarto de Adelaide

Para decorar, você pode fazer seu próprio papel de parede ou adesivo decorado com tecido. Aprenda com este vídeo da TV Casa.

Saiba mais:
Vida de Mãetessori – artigo sobre o método Montessori

Advertisements

4 thoughts on “Quarto sustentável para bebê

  1. Oi lu!
    A nossa ideia é fazer o quarto montessori conforme o que postou.aos poucos estou voltando a ver as coisas na internet.mito legais as sugestões,BJ,Marília

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s