Sem pudor: mamaço

20130731-110002.jpg
Existe algo mais auto-sustentável do que a amamentação? Apesar da recomendação da Organização Mundial de Saúde pela exclusividade do leite materno até os 6 meses do bebê, o Ministério da Saúde estima que apenas 41% dos menores de 6 meses são alimentados apenas no peito. Comemorada anualmente entre os dias 1º a 7 de agosto, a Semana Mundial da Amamentação visa conscientizar as pessoas sobre a importância do aleitamento materno.

No Brasil, 4 de agosto é dia de mamaço. Em diversas cidades, às 14h, mães vão se reunir contra o preconceito à amamentação em público. Será uma amamentação coletiva. No ano passado, o mamaço rendeu este vídeo.

É um absurdo que possa existir preconceito. Sou totalmente a favor da amamentação em qualquer lugar. Onde quer que você vá, o leite está ali, pronto e na temperatura perfeita para o bebê mamar, não precisa de mais nada. As mães devem literalmente peitar os preconceituosos – como essa mãe poetisa inglesa, Hollie McNish:

A natureza é tão perfeita, que a mulher tem nove meses para preparar o corpo para receber o bebê. São tantas as mudanças que a gestante tem que enfrentar. Faz parte delas o despudor. A barriga salta pra fora e se torna pública, todo mundo quer encostar, abençoar com as mãos. Não existem “borboletas na barriga” pela mão que toca, a sensibilidade é interna, dos movimentos suaves como um peixe ou rápidos como um trem do bebê que se forma.

Na gravidez, há um desprendimento, um certo desapego do corpo, e um processo de aceitação. A mulher fica “sem-vergonha” mesmo! Não é por acaso que são tantos os ensaios nus com gestantes. Na yoga pré-Natal, por exemplo, há uma redescoberta do prazer com os movimentos.

Um exercício de despudor que prepara o “forno” desse leitinho e a coragem da mãe é expor o peito ao sol. Seja por uma fresta da janela, na sacada, na área de serviço. Corpo de gestante pode tudo e merece muita luz e vitamina D. O sol é milagroso, ajuda na produção do colostro e na preparação das tetas para amamentar. Na falta ou no excesso de leite, em caso de fissuras: sol nas mamas. E a melhor “pomada” para o bico do seio é o próprio leite materno.

Perdi minha “tatuagem” do top do biquini tomando sol na gravidez. Não teria medo de conhecer uma praia de nudismo nesse período, seria um alívio. O resultado foi muito leite e o peito até esteticamente preparado pra ser posto pra fora.

Vamos peitar o preconceito e amamentar juntas nesse domingo? Confira a lista de cidades participantes aqui.

20130731-001832.jpg

Saiba mais:
Evento no Facebook
Artigo do Roteiro Baby sobre a Semana Mundial de Amamentação 2013

Advertisements

3 thoughts on “Sem pudor: mamaço

  1. Linda foto e ótimo post! Pena que aqui na Croácia ainda é bem mais “atrasado” que aí. Até agora só vi uma mulher amamentando na rua, que era a minha amiga, em 5 anos! Socorro! Já comecei a reverter a situação!
    Bj,
    Marília

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s