Sem cafeína na gestação

abuelita

Num post anterior, disse que não mudei minha alimentação durante a gravidez. Pensando melhor, não é bem verdade: além da bebida alcoólica, cortei a cafeína! Isso não quer dizer que a vida deve ficar sem café, sem chá, sem chimarrão, muito menos sem graça.

Para tomar um expresso, existem os descafeinados. Mesmo em São Paulo, eles não são tão fáceis de encontrar, então praticamente cortei o café. Quanto aos chás, existem várias opções não prejudiciais e bem gostosas, como erva cidreira (ou capim santo, capim limão ou cidró), hortelã, camomila ou com frutas, como maçã ou abacaxi.

Para quem gosta de chás mais fortes existe uma infusão chamada rooibos – um chá vermelho sem cafeína. Ele pode ser encontrado na linha The Gourmet Tea (com variedade de sabores – entre eles, Bourbon, com caramelo e baunilha, ou Citrus Ginger), servida em vários cafés e confeitarias, como (num lindo ritual para preparar o chá com um infusor diferente) na doçaria Dolce Helena, em São Paulo.

Fico imaginando algumas mulheres gaúchas sobrevivendo à gravidez sem chimarrão. Existe uma erva especial para elas: eu, pelo menos, que não tomo mate diariamente, encomendei do Uruguai uma erva menos nociva, que não me deixa agitada nem me tira o sono, a Abuelita. O mais engraçado é que no Brasil ainda não encontrei erva mate descafeinada, mas muitos desses produtos uruguaios são feitos com erva de origem brasileira.

O ator uruguaio Daniel Hendler, estrela de filmes argentinos, já declarou em entrevistas que toma Abuelita – ou outras “yerbas para nerviosos”, como La Selva. Neste vídeo ele ensina como fazer chimarrão.

Não esqueçam que existe bastante cafeína nos refrigerantes, principalmente no guaraná. Também não é recomendável comer chocolate em excesso, pois contém cafeína. Essas restrições devem continuar no período da amamentação, para não transmitir ao bebê e evitar cólicas. Fora isso, minha médica só pediu para evitar carnes cruas na gravidez. Como já não consumia carnes nem refris, isso não foi um problema.

O que dizem:

“A cafeína acelera os batimentos cardíacos do feto e pode provocar abortos, e o bebê é menos capaz de eliminar a substância do que a mãe.”

Por que eu reduzi o consumo:

A cafeína é diurética. Além de intensificar as idas ao banheiro, pode fazer eliminar vitaminas que seriam importantes para sua dieta. Evitar cafeína ajuda, ainda, a prevenir a azia.

Saiba mais:
Veja uma tabela sobre quantidade de cafeína aqui
Leia sobre uma pesquisa publicada na revista Pediatrics sobre a cafeína não afetar o sono do bebê

Advertisements

3 thoughts on “Sem cafeína na gestação

  1. Oi Lu,
    desde que engravidei minha vontade de tomar café e chimarrão passou.
    Alguns alimentos que antes ingeria com frequencia também não me caem bem. Acho que o corpo vai se acostumando com as mudanças.
    Não conhecia essa erva, que legal!
    Bj,
    Marília

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s