A causa que motivou este blog: fraldas

Sempre me preocupou a questão do lixo e reciclagem. Sou a eco-chata da família. A causa não é uma ilusão, e já há recursos acessíveis no Brasil para garantir um futuro melhor para as próximas gerações.

Um fato real para ilustrar. Um casal de amigos esteve em um sítio onde não há coleta de lixo, sequer seletiva. Eles separam o lixo que geram em três partes: o orgânico, para compostagem no local; o seco, que trazem para reciclagem quando voltam à cidade; e o lixo de banheiro, que incluía absorventes e fraldas descartáveis, que optaram por queimar. Para a surpresa de ambos, nem o absorvente feminino nem as fraldas de bebê podiam ser queimados. Eles não conseguiram destruir esses resíduos.

O número é alarmante. Uma fralda convencional descartável pode levar até 450 anos para se decompor em aterro sanitário – a idade de uma cidade como São Paulo.

A solução já é melhor do que quando éramos bebês. Não é necessário montar um quebra-cabeças e se machucar com joaninhas ou alfinetes para prender uma fralda de pano no bebê. Existem fraldas tão bonitinhas que nem precisam ficar escondidas. Nos EUA, há uma infinidade de marcas e modelos, inclusive opções de tamanho único e tudo-em-um, que podem ser aproveitadas em várias fases de crescimento da criança. No Brasil, há algumas alternativas, como: as fraldinhas da Fralda Bonita, de fabricação gaúcha; as fraldinhas paulistanas da Morada da Floresta; as fraldinhas cariocas da Efral. Como uma criança usa, em média, 5 mil fraldas descartáveis em dois anos, optar por fraldas de pano significa também economizar.

Fralda Bonita

A Fralda Bonita trabalha com duas modelagens: por tamanho definido (P-GG); e a por fase de crescimento, que se ajusta através de botões ou elásticos caseados (fase A vai dos 5 aos 10kgs,fase B vai dos 9 ao desfralde, até 15kg). Fora o tamanho, há opções de fraldas de materiais diferentes ou com acréscimo de camadas para se adaptar ao bebê. Na fase de crescimento, a Windy é 100% sintética, a Tutti é 100% algodão. Nos modelos noturnos estão a fralda “100% sempre seca” (100% poliester) e a “Plus” (composição mista, 75% algodão e 25% poliester). Todos os modelos tem uma camada plástica embutida por toda a extensão das fraldas, deixando-as impermeáveis, e são do modelo “pocket” ou “bolso”, em que o recheio vai dentro de um envelope e não faz contato com a criança. Também faz modelos juvenis e geriátricos sob encomenda. Vendidas em loja online ou na fábrica em Gramado/RS.

Morada da Floresta

As fraldas da Morada da Floresta são do modelo “capa”, em que o recheio faz o contato direto com o bebê e é encaixado dentro da fralda. Seus modelos estão dividos de acordo com as estações do ano: Primavera Verão ou Outono Inverno. A diferença é no lado externo, de plush ou mais fresquinha, de algodão ou Dry Fit (tipo biquini). Além das versões Noturna e Recém Nascidos (Pequenitas). Há kits mais econômicos de 3 ou 6 fraldas, incluindo acessórios, para meninos e meninas. Há opções de absorventes (recheios) diurnos ou noturnos (com oito camadas). Vendas em loja online ou no endereço da Morada da Floresta no Jardim Bonfiglioli, em São Paulo.

A Efral é outro fabricante de fraldas de pano e seus produtos são vendidos majoritariamente no Rio de Janeiro, em lojas físicas e em algumas lojas virtuais. Os modelos se aproximam ao da Morada da Floresta. O fechamento é diferente, em velcro, nas costas do bebê. Trabalha com os tamanhos P, M e G.

Fralda Madrinha

A Fralda Madrinha oferece os modelos pocket e capa. Os tamanhos são P, M, G ou GG ou ajustáveis (RN a M; M a GG). Os materiais são de algodão, soft ou uma combinação de soft e algodão. Ela também vende calcinhas e cuequinhas de algodão (que podem ser usadas sobre fraldas convencionais). Assim como a Fralda Bonita, depois de iniciar a fábrica de fraldinhas passou a confeccionar também baby slings e hoje já está diversificando seu leque de produtos. Vendas pelo site e também por revendedores em São Paulo, no Rio e em Fortaleza.

DiPano

Há também as Fraldas DiPano, que tem site para venda online. Suas fraldas estão disponíveis com fechamento em velcro, tamanhos P, M e G. Ou com fechamento em botão, tamanho único (se adapta ao crescimento da criança). Essas fraldinhas são feitas de Suede na parte interna e PUL (tecido laminado impermeável) na parte externa. O modelo tamanho único também está disponível na versão Minky (tecido apeluciado na parte externa, PUL na parte interna).

Para quem quiser experimentar os modelos norte-americanos, não é preciso encomendar de fora ou viajar para comprá-los. A loja virtual BB Natural vende conjuntos de fraldas importadas.

Economia sustentável
Sem dúvida, vale incentivar a produção e distribuição local e tornar também o comércio de fraldas ecológicas sustentável no Brasil. Para entender melhor sobre a escolha entre produtos nacionais ou importados, segue uma sugestão de artigo publicado pela Morada Ecológica.

Links:
Fralda Bonita: http://fraldabonita.com.br/
Morada da Floresta: http://www.moradadafloresta.org.br
Fraldas di Pano: http://www.fraldasdipano.com.br
Efral: http://efral.com.br/
Fralda Madrinha: http://fraldamadrinha.blogspot.com.br/
BB Natural: http://www.bbnatural.com.br

Saiba mais:
Leia um depoimento de uma mamãe sustentável neste blog.

One thought on “A causa que motivou este blog: fraldas

  1. bem legal seu post! conheço diversas marcas de fraldas brasileiras que estão cada vez mais modernas, bacanas e lindas.
    acho que cada um deve fazer sua parte como pode. e, de fato, fraldas de pano nem dão esse trabalhão que o povo pensa que dá (e geralmente é a desculpa que as mães dão pra nem ao menos tentarem se aventurar nesse mundo).

    beijão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s